Facilitação de Processos Colaborativos

 

Uma das atuações da Colabore é a facilitação de processos de grupo, encontro e eventos de forma colaborativa.
Exploramos a inteligência coletiva, colhendo e organizando os resultados e conteúdos produzidos.

Temos consciência de que nenhum de nós é tão bom quanto todos nós juntos e acrescentaríamos ainda, que no “o todo é fruto da interação das partes”, pois o repertório dos indivíduos não se somam simplesmente, mas interagem, gerando resultados que gentilmente surgem da inteligência coletiva.

Os processos participativos possibilitam que as pessoas de um grupo coloquem suas ideias e pontos de vista sobre determinado assunto e cheguem coletivamente em soluções inusitadas de maneira alinhada e consistente.

A Colabore busca e acompanha as iniciativas das organizações – muitas vezes sem sucesso – para obter o comprometimento e o engajamento dos colaboradores. Entretanto, a partir da nossa experiência, constatamos que quando as pessoas são envolvidas em processos nos quais suas contribuições e experiências são valorizadas, elas tornam-se genuinamente comprometidas e implicadas no processo de construção coletiva. Pode ser aplicado a diversos temas e contextos, em especial podemos destacar:

  • Integração e Engajamento de Equipes

A integração entre grupos vem sendo uma constante preocupação no mundo corporativo, pois tornar as equipes coesas pode ser um dos fatores que garantirá a saúde da companhia.

A integração vem ganhando espaço, porque isso é uma decorrência da atualidade que exige do homem uma consciência competitiva maior e uma conscientização grupal entre as equipes, as áreas e as funções integradas. A integração entre os grupos tornou-se uma questão estratégica e de sobrevivência para as empresas. Hoje, as organizações precisam multiplicar e sinergizar o que acontece no dia-a-dia. Quando as equipes brigam, elas deixam de agregar valor e não produzem energia positiva.

Colaboradores engajados investem em hora extra, esforço e iniciativa para contribuir para o sucesso da empresa. Eles possuem pensamentos de dono, trazendo entusiasmo, paixão e energia para o trabalho que desenvolvem. Além de motivados, comprometidos e leais, trabalhadores engajados são melhores profissionais, contribuindo para os resultados da empresa.
Iniciativas de engajamento precisam ser únicas, adaptadas às necessidades e motivações de cada individuo. Abaixo 5 maneiras eficazes de impulsionar o engajamento de seu funcionário:

Líderes competentes, apaixonados e proativos são essenciais para o engajamento do colaborador. Demonstrar interesse e investir tempo para compreender as necessidades e ambições de seu funcionário ajudará a faze-lo sentir que sua contribuição é valiosa para a empresa.
Colaboradores engajados são estimulados a utilizar adequadamente suas habilidades, a fim de progredir profissionalmente.
Colaboradores engajados acreditam que o trabalho que desenvolvem é importante e tem valor para a empresa. Eles acreditam estar contribuindo para algo significativo e se orgulham de seus esforços.
Para manter um colaborador motivado a dar seu melhor pela empresa é importante que eles saibam que seus esforços serão reconhecidos e recompensados.
Empresas que colhem os benefícios de um time engajado entendem que os colaboradores são seu maior patrimônio.
Onde há equipes desmotivadas ou fragmentadas, construímos junto com o cliente, encontros e oficinas de integração e engajamento, em que, por meio de ferramentas de colaboração e diálogo, as pessoas podem criar soluções para melhorarem sua atuação coletiva.

  • Inovação em Reuniões, Eventos, Conferências e Congressos

Realizar eventos corporativos para os clientes ou para os colaboradores é uma ação que sempre está presente no cronograma das empresas. Todo ano tem um workshop, uma premiação de equipes que bateram metas, um lançamento de um novo produto para os clientes ou uma confraternização de final de ano. Os eventos corporativos são sempre muito aguardados e geram muitas expectativas em seus convidados, pois todos esperam algo novo, diferente do que foi realizado no ano passado.

Fazer diferente, inovar, surpreender é o que toda empresa pretende ao realizar o seu evento, no entanto, como fugir do evento corporativo tradicional?

Em um mundo totalmente conectado, com informações disponíveis em todo lugar, as pessoas conhecem um pouco de tudo, ou muito de tudo. E a vontade de experimentar, compartilhar e vivenciar se torna uma constante. Mas quem tem tempo para viver isto tudo?

Conciliando as duas variáveis: a empresa querendo inovar em seus eventos a as pessoas querendo sempre experimentar coisas novas.

Tornar reuniões, eventos, conferências e congressos mais estimulantes com espaços para acesso à inteligência coletiva e para a criatividade. A partir dos interesses de cada participante e por meio de metodologias específicas promovem verdadeiras construções coletivas.

 

Formação Treinamento e Desenvolvimento Humano

 

Entendemos que uma contribuição valiosa para potencializar a criação e a nutrição de sistemas mais colaborativos de trabalho passa pelo desenvolvimento de habilidades, por parte dos profissionais, para operarem a partir deste paradigma, que para muitos é novo.
Desenvolvemos programas adequados à realidade da organização ou do grupo, pontuais ou de longo prazo.

O desenvolvimento destes programas leva em conta:

– Abordagem dialógica e participativa, que envolva o participante na construção de sua própria aprendizagem, mobilizando-o para a ação.

– Conhecimento prévio dos participantes como contribuição para os temas em questão.

– Uso de dinâmicas e vivencias para promover o ambiente de aprendizagem.

– Compartilhamento das fontes de informação.

 

 

  • Formação de Gestão Colaborativa

O mercado empresarial não tem mais dúvidas de que o atual cenário exige que se tenha, em qualquer área, uma nova forma de pensar, novas pessoas, novos perfis e novas competências. E, dentro dessas novas formas de pensar, encontra-se a colaboração entre os líderes na busca de oportunidades.

Mais do que apenas atuar como uma equipe nas crises, as altas lideranças dentro das empresas devem trabalhar de forma colaborativa para aproveitar as oportunidades do momento.

Faz-se necessário uma nova postura dos líderes da nova geração afim de garantir a sustentabilidade do seu negócio.

Desenvolver comportamentos colaborativos, compartilhar e incentivar o compartilhamento de ideias, tomar decisões colaborativas e construir projetos colaborativos são competências necessárias ao líder que quer manter a sustentabilidade da empresa nesse novo cenário econômico.

Este tipo de liderança é extremamente novo nas organizações mundiais, mas está se tornando cada vez mais importante por uma série de razões bem documentadas: a mudança das estruturas organizacionais hierárquicas para horizontais; estruturas organizacionais achatadas; a tecnologia da informação, que permite às pessoas se comunicarem mais facilmente através das fronteiras; aumento da complexidade dos problemas das organizações que necessitam ser resolvidos diariamente e a economia global.

 

 

  • Outdoors Coaching

Um novo conceito de coaching individual ou em equipe que pode ser aplicado em coachees a partir dos 7 anos de idade, categorizando-os assim em: kids (de 7 a 12 anos), Teens (de 13 a 18 anos), Life (a partir dos
18 anos), realizado em contato direto com a natureza.

O Outdoors Coaching oferece uma oportunidade única para elevar os níveis de satisfação e felicidade, com foco em maiores realizações, no autoconhecimento, no autodesenvolvimento, em competências de liderança e bons relacionamentos, alcançando resultados extremamente elevados em si mesmos e em outras pessoas.

As sessões tem duração de 1 hora e podem acontecer semanalmente ou conforme necessidade de cada coachee.

Por que a Natureza?

O ser humano pode desenvolver-se muito melhor, biológica, cognitiva e espiritualmente quando está em contato com a natureza.
Estar em contato direto com a natureza diminui o estresse, aumenta a percepção, melhora a coordenação motora, o equilíbrio e a agilidade. Cientistas norte-americanos afirmam que o contato com a natureza ajuda a aumentar os níveis de concentração e a memória.

Além disso, o contato com a natureza nos ajuda a ativar a nossa química interior para gerar com o poder da mente o bem-estar pessoal, aquele que nos traz a sensação de felicidade. Esse efeito ocorre quando temos em nossa corrente sanguínea substancias que criam essa maravilhosa sensação: o quarteto dopamina, serotonina, o
xitocina e endorfinas.

A natureza reflete nossa própria natureza, quando temos uma boa relação com nosso ambiente o resultado é o equilíbrio, a sabedoria e a saúde, mas quando estamos em desarmonia as consequências são desastres, desequilíbrios e doenças.

Conhecer a natureza externa é conhecer a natureza interna, sua própria natureza e essência.

Conheça as categorias

Nas crianças, O Outdoors Coaching Kids, tem como foco o
autoconhecimento e a integralidade desde a mais tenra idade. Nos entrega a essência de viver uma vida positiva, focado nos potenciais e na valorização de cada criança. A atuação com as crianças acontece de forma lúdica e em interação com a natureza respeitando as fases de desenvolvimento, o ritmo e o tempo de cada criança.
Nos adolescentes, O Outdoors Coaching Teens, visa promover um ambiente de confiança e criatividade. Com a finalidade de descobrir soluções, implementar e sustentar mudanças de crenças e de comportamentos necessários para se alcançar uma transição de qualidade entre a adolescência e a idade adulta.  Nesta fase, os adolescentes querem e necessitam se tornar os gestores de suas próprias vidas. Eles querem conhecer o novo e é imprescindível saber que seus pais confiam neles, para que esta mudança ocorra de maneira satisfatória, minimizando, assim, os possíveis conflitos entre gerações.

 

Nos adultos, O Outdoors Coaching Life, potencializa todas as habilidades para que você possa ampliar as suas conquistas em todas as áreas da vida, focando no aumento de performance. Voltado para os indivíduos que desejam trabalhar o aumento de resultados pessoais, o processo visa contribuir para o alcance de tudo que é necessário para ter uma vida plena, repleta de conquistas, satisfações e realizações, seja para ter relacionamentos mais duradouros, mais qualidade de vida, autoestima ou autoconhecimento.

 

 

 

  • Coaching de Equipes – Método CAHAM

A formação de Coaching Para Equipes, baseada no método CAHAM, abreviação de habilidades e características necessárias para evolução pessoal e profissional: clareza; atitude; humanização; ação; motivação, amplia a visão do indivíduo para desenvolver todas as áreas da sua vida em conjunto.

A abordagem utilizada é de alto impacto, ampliação de visão e motivação.

 

 

 

  • Coaching de Vendas – Método TRIUNFO

A formação de Coaching para Vendas é baseada no método TRIUNFO (Tática, Rica em Instrução para Novidades Facilitadoras Organizacionais). Tem como princípio atingir todos os tipos de clientes através de PNL e Física quântica em uma abordagem totalmente inovadora, prática e com resultados imediatos

 

 

  • Formação para o Cooperativismo

Educação, Informação e Formação, palavras que representam o quinto princípio do cooperativismo, e é uma alternativa para disseminar a cultura e a filosofia do cooperativismo, bem como um dos mecanismos fundamentais para atingir o desenvolvimento econômico e social das cooperativas, que é uma organização de dupla natureza.

Atualmente, a organização cooperativa está cada vez mais com responsabilidade de atuar tanto no âmbito econômico quanto social. Assim, para que ambos andem juntos, é necessário que a cooperativa tenha um projeto efetivo voltado para a educação cooperativa dos seus colaboradores, uma vez que são eles os disseminadores do cooperativismo e os que transferem a informação da cooperativa para os cooperados, e dos seus cooperados, visto que são eles que vão difundir os conhecimentos, que possibilitam o êxito do cooperativismo, contribuindo assim para o desenvolvimento da cooperativa.

A comunicação através da informação tem um papel essencial, nesse cenário, pois a comunicação tem a capacidade de ser o fio condutor entre a cooperativa e cooperado.

Barbosa & Rabaça (2001) pontuam que comunicar significa transmitir informação, dar conhecimento ao outro, ou seja, conferenciar as mensagens entre duas ou mais pessoas em estado de influência mútua. A comunicação humana envolve a ideia de partilhar e compartilhar com alguém certo conteúdo de informações e utiliza os sistemas simbólicos para articular este fim (BARBOSA & RABAÇA, 2001).

A comunicação social é uma das ferramentas mais importantes na cooperativa, pois é através dela que os cooperados têm um olhar sobre os acontecimentos. Além disso, a maneira como é realizado a transferência de informação influencia os cooperados a participarem tanta na forma econômica, quanto na forma social. Por isso, é necessário que a comunicação entre cooperativa e cooperado seja clara, transparente, simétrica e de fácil acesso, uma vez que esse mecanismo leva os cooperados e colaboradores a praticarem a educação cooperativista.

Valadares (2009) afirma que a educação cooperativista é o processo e o método para formular e executar políticas de educação e comunicação ligadas à prática da cooperação. Tem como fundamento que este é um conceito que não se limita, apenas, em pregar a doutrina e a defender os princípios cooperativistas, mas ir a fundo quanto à questão de capacitar os associados para melhorar o nível de participação e interagir no dia-a-dia da cooperativa de modo a viabilizá-la como empresa, dando-lhes condições reais de competir no mercado e de promover seu desenvolvimento organizacional, estrutural e econômico.

Oferecemos programas que visam promover a compreensão sobre o funcionamento das sociedades cooperativas, especialmente as cooperativas de crédito, estimulando a participação e desenvolvendo lideranças e futuros conselheiros.